Uma lata de spray, uma cabeça criativa e as ruas

Cheiro de casa nova, sem cheiro de tinta.
24 de abril de 2018
Harmonia e boas energias
18 de maio de 2018

Uma lata de spray, uma cabeça criativa e as ruas

A realidade das periferias e o rótulo de cultura marginal fazem do Grafite uma arte carregada de personalidade.

Intimamente ligado a outros movimentos culturais, como o hip-hop, o grafite deu as caras no Brasil ao final da década de 1970. Sua popularização, no entanto, ocorreu por volta dos anos 1990. Inicialmente influenciados pelo estilo norte-americano, os artistas brasileiros logo criaram uma identidade própria e hoje figuram entre os melhores do mundo.

Os grafiteiros mais famosos no Brasil são: Os Gêmeos, Eduardo Kobra e Ramon Martins. Entre os espalhados pelo mundo, podemos destacar os seguintes: Banksy (Inglaterra), Kurt Wenner (Alemanha), Eric Grohe (Estados Unidos), Smug (Escócia), Edgar Mueller (Alemanha).

No Espírito Santo há diversos nomes conhecidos, dentre eles, Cláudio Tripa, que se destaca por suas intervenções em caixas de telefone, equipamento comum nas ruas de Vila Velha. A Tinbol Tintas tem orgulho de patrocinar o artista, que transforma o cinza da cidade em telas coloridas e cheias de estilo.