Começando a reforma

Faça sua brinquedoteca!
14 de março de 2018
Estilo escandinavo: A aposta de decoração para 2018.
6 de abril de 2018

Começando a reforma

Começar a reformar é algo que requer muita coragem e disposição. Mais ainda se for o caso do primeiro imóvel. Dar os primeiros passos pode dar muita insegurança e milhões de dúvidas.

Mas o que fazer antes de começar a reformar para evitar imprevistos e erros durante esse processo?

  • Ter um planejamento

Essa é a principal questão. Se você não tem um planejamento, é por aqui que deve começar. Não importa se sua reforma é em todo o imóvel ou em cômodos avulsos, você vai precisar listar tudo o que necessita ser renovado.

Deixe a sua imaginação fluir e veja tudo o que você gostaria de mudar ou incluir, depois vá fazendo conforme suas prioridades. Se achar mais fácil, é interessante contratar um profissional para criar seu projeto.

2 –  O orçamento

Para ter ideia do orçamento, o melhor é fazer o caminho inverso e estipular um teto para ser gasto. É importante sempre incluir uma porcentagem no valor para imprevistos que, querendo ou não, sempre aparecem.

Dentro da quantia estipulada, você precisa levar em conta materiais de construção, profissionais contratados, objetos e móveis para a decoração.

3 – Profissionais

Profissionais adequados fazem toda a diferença na hora da economia e do orçamento durante uma reforma. Um dos erros mais comuns e que mais gera imprevistos durante uma obra é a ausência de profissionais adequados para cada área, pois eles são capazes de preverem problemas e encontrar soluções mais fáceis durante o processo. Procure boas indicações arquitetos e detalhe suas ideias para ele. Com isso, você vai ter um auxílio profissional para passar todo o seu plano para o papel e até a prever um orçamento mais acertado. Só depois, será a vez de pedreiro, empreiteiro, eletricista e etc.

4 – Prioridades

Se você seguiu a dica de arrumar um bom profissional, vai poder contar com a ajuda do arquiteto também na hora de elencar as prioridades. Mas é importante também que você mesmo saiba no que focar para não pular etapas.

Entre no ambiente e se imagine convivendo diariamente com ele, então, considere todos os pontos de energia que você vai precisar: interruptores, tomadas para eletrodomésticos e eletrônicos, tomadas para carregar o celular e etc.

Com as decisões feitas, parta para a pesquisa de preço dos materiais de construção e toda a rotina que precisará ser seguida durante a obra: prazos de entrega, acesso dos profissionais ao local, regras do condomínio para carga e descarga, horário permitido para fazer barulho e etc. Depois de levar tudo isso em consideração, é hora de iniciar os trabalhos.

 

Gostou das dicas? Comente aqui no blog da Tinbol Tintas mais dicas de como fazer uma reforma bacana e que caiba no seu bolso!